[cobertura completa]

DmExco 2019

A cobertura completa do Share no principal evento da indústria digital da Europa

O time Share embarcou para Côlonia na Alemanha, com o desafio de trazer uma cobertura dos acontecimentos que vão ditar o futuro do mercado de Marketing Digital, foram dois dias repletos de conteúdos e insights, e trouxemos tudo pra vocês! Aproveitem o/

[principais tópicos]
Localizado em:
Colônia/Alemanha
Realização em:
11 e 12 de setembro/2019
Público Estimado:
38 mil

CADASTRE-SE

Acompanhe a cobertura e seja notificado assim que ela for atualizada.
Cadastro realizado com sucesso! Iremos enviar mais
informações sobre a cobertura para o seu e-mail o/
Ops! Alguma informação não está correta. Revise suas respostas.
[cobertura completa]

DmExco 2019

A cobertura completa do Share no principal evento da indústria digital da Europa
Veja como foi

O time Share embarcou para Côlonia na Alemanha, com o desafio de trazer uma cobertura dos acontecimentos que vão ditar o futuro do mercado de Marketing Digital, foram dois dias repletos de conteúdos e insights, e trouxemos tudo pra vocês! Aproveitem o/

Localizado em:
Colônia/Alemanha
Público Estimado:
38 mil
Realização em:
11 e 12 de setembro/2019
[principais tópicos]
[o que vamos ver por lá]

A cobertura completa do Share no principal evento da indústria digital da Europa

O time Share embarcou para Côlonia na Alemanha, com o desafio de trazer uma cobertura dos acontecimentos que vão ditar o futuro do mercado de Marketing Digital, foram dois dias repletos de conteúdos e insights, e trouxemos tudo pra vocês! Aproveitem o/

No items found.
[o que vimos por lá?]

DmExco 2019

CONSUMO, DADOS E MERCADO

O evento se mostra como um espetáculo apenas pela sua estrutura! Por onde os participantes passavam, havia um stand diferente, ambientes diferentes para proporcionar encontros de negócios, palestras e claro, muitas interações com as marcas!

Antes do DMEXCO existia a Feira de Marketing On-Line-Düsseldorf, na cidade de Düsseldorf, cerca de 50 km de Colônia. A feira tem como slogan “Confie em você”. De acordo com Judith Kühn, Diretora do evento, a escolha do tema é também para o mercado, não somente para as pessoas: "Vemos e entendemos os desafios que as tendências digitais colocam para a sociedade, empresas e indivíduos."

Tópico
#
1

Queremos trabalhar e consumir de empresas confiáveis

Uma das coisas importantes que conseguimos entender a partir da fala da Stephanie (que foi a primeira palestra que assistimos no evento), é sobre como estamos vivendo a era da confiança.

Não podemos seguir falando sobre a era digital, a era da transformação, quando na verdade o nosso público já vive a era da confiança. Criamos laços com marcas, criamos intimidade e aproximação com criadores de conteúdo e não consumimos produtos ou empresas que não confiamos.

Isso nos mostra uma grande necessidade de reajustar o posicionamento e o relacionamento das marcas com as pessoas. Não existe mais espaço para publicidade antiga, as pessoas já entendem o que é mídia e o que é relacionamento. O tema do evento “Trust in you”, pode parecer um papo motivacional para quem está chegando no evento, mas na verdade é uma mudança e evolução de comportamento das pessoas, marcas e mercado.

Tópico
#
2

Mulheres no mercado. Mulheres na propaganda

Você sabia que 33% das propagandas são com imagem de mulheres?

Além disso, 80% das mulheres não se reconhecem nas propagandas.

Durante o evento, tivemos a oportunidade de ouvir a fala da Piera Gelardi, Co-fundadora da Refinery29. Um espaço onde se cria conteúdo para a nova geração de mulheres.

Tudo começou quando a Refinery29 viu a necessidade de criar conteúdos para mulheres reais, sem essa visão estereotipada da mulher na propaganda, que estamos acostumados a ver.

Hoje, a Refinery29 tem uma audiência de 250MM de pessoas, sendo atuante em um mercado de nicho. O que nos leva a pensar sobre o movimento que as mulheres estão fazendo sobre o consumo, sobre o conteúdo que as envolve (aquele que mostra a mulher real) e também sobre o seu posicionamento sobre o mercado publicitário.

Tópico
#
3

CEO’s e CMO’s

A função de quem ocupa um cargo de CEO ou CMO pode ser muito diferente, dependendo do tamanho da empresa ou até mesmo da cultura do modelo de negócio.

Durante um papo entre Marco Raab (Escada), Hubert Wieser (Nestlé), Paige O’neill (Site-core), Gisele Papenfuss (Metro), aprendemos algumas lições importantes sobre ser CMO.

Atuar no cargo de CMO está muito mais ligado à gestão e ao networking, o que nos faz entender que o trabalho que envolve é bem grande e tende a aumentar. O que exige uma organização das empresas e também uma organização do profissional que assume o cargo, para lidar com pessoas, relações e também com a rotina empresarial.

80% dos CEO's não confiam nos CMO's.

O que nos leva a pensar também sobre a atuação dos cargos de CEO’s e sobre como se constrói uma relação de confiança dentro das equipes. Durante esse papo, entendemos que a mudança deve ser conduzida por quem atua como CMO, mas também acompanhada por mais pessoas da empresa para que de fato aconteça.

Tópico
#
4

DADOS E REDES SOCIAIS

Petro Novelli, Partner Marketing do Facebook trouxe diversos insights pro DMEXCO sobre como utilizar dados, levando em consideração as políticas de privacidade. Como? Com o Facebook IQ. Um espaço que reúne insights e relatórios sobre: comportamentos, valores, mercados e formatos.

Descubra como o Facebook IQ pode te ajudar: • DEFININDO OBJETIVO • GERANDO INSIGHTS • INSIGHTS TO GO (filtros de busca) • CRIE CAMPANHAS PARA CADA PERSONA E CONECTE-SE COM ELAS • QUANDO SUA AUDIÊNCIA ENGAJA COM SEU VÍDEO NOS 3 PRIMEIROS SEGUNDOS (melhor será o engajamento) • TESTE SUAS CAMPANHAS • PLANEJE • COMPRE MÍDIA (em 10 anos, o crescimento de pessoas que assistem TV sozinhas foi de 80%) • MENSURAÇÃO E PERFORMANCE (o único jeito de crescer é errando)

A legislação em cima do uso de dados é assunto presente em muitos eventos e temos visto como as empresas estão se adequando para utilizar os dados de forma responsável, mas sem que percam o seu valor. Afinal, é com isso que as empresas se mantém, com os dados e o comportamento das pessoas.

Tópico
#
5

Instagram: cultura e sociedade

Como você se expressava quando era jovem? Posters, roupas, acessórios, a nossa forma de expressão era ilimitada e muito real. A Ashley nos mostrou como agora, levamos todas as nossas referências e formas de expressão para o Instagram. Não se trata apenas de uma rede social para fotos e vídeos, mas um espaço para você mostrar a sua essência e identidade.

“50% das pessoas usam a ferramenta explorar, no Instagram.”

REPENSAR É FUNDAMENTAL: Uma rede que foi considerada como a mais prejudicial para a saúde mental está revendo a sua forma de atuação e impacto na vida das pessoas. Como podemos utilizar o Instagram para contar histórias? Quantas vezes você consumiu um conteúdo sem pensar primeiro nos likes e seguidores? A ideia é que cada vez mais, a rede tenha como foco o conteúdo e não os números. O Instagram tem como desejo se tornar cada vez mais parte da conversa e ser um lugar onde as pessoas querem estar.

Tópico
#
6

Snapchat. Você pode até não usar, mas ele segue em alta!

A rede social que já foi super popular no Brasil, ainda permanece cheia de fãs nos Estados Unidos e Europa, mas o papo aqui é sobre como o Snapchat encontrou uma forma única de co-criar.

Um espaço onde aprendemos que a imagem é o mais importante. A liberdade de criar e através dos filtros, causar sensações e sentimentos através da internet. O conceito Câmera First nos mostrou como a captação está em primeiro lugar. Primeiro a imagem, a paisagem, o vídeo.

Snapchat nos mostra que pensar na história é o mais importante e depois a gente pensa em como a tecnologia vai impulsionar esse conteúdo. Hoje, 250 milhões de minutos são gravados dentro da plataforma. Uma forma de colocar o usuário à frente da criação de conteúdo, com a criação dos famosos filtros. Além de gerar um engajamento incrível para as marcas, as pessoas passam a ter também a naturalização do filtro. Nós nos acostumamos a mirar a câmera para os ambientes e ver uma interação acontecer, isso foi reforçado também com o lançamento do Pokémon GO. Ações que parecem apenas um avanço tecnológico, mas que na verdade ajudam a construir o comportamento da sociedade.

Tópico
#
7

Estão nos observando?

Dados e mais dados.

A palestra com Roger McNamee, que trabalhou no Facebook por anos, chegou a ser o mentor do Mark Zuckerberg e depois de um tempo escreveu o livro “Zucked - Waking up to the Facebook Catastrophe”, ou “Acordando para a Catástrofe do Facebook”.

O livro fala sobre como o Facebook utiliza os dados dos usuários. Roger também falou sobre como a utilização de ferramentas e plataformas como Google, Amazon e redes sociais sempre foram pagas de certa forma, com os dados.

A reflexão aqui é sobre a forma que o algoritmo moldou a nossa vida. Como os nossos comportamentos foram trans- formados pelo uso da internet. A utilização do Pokemon GO, por exemplo, passou a guiar os lugares que frequentamos, passamos a tomar decisões em cima de algo criado pelo algoritmo e nem percebemos.

Passamos a levantar a discussão sobre o que estão fazendo com os nossos dados? São usados apenas para que nós possamos comprar mais coisas, pois os núncios estão cada vez mais segmentados e direcionados ao que queremos ver.

De que forma as empresas e as marcas estão usando o que sabem sobre os usuários de forma positiva? Como o consumidor tem sido beneficiado com essa tecnologia? São alguns dos questionamentos que estão sendo feitos e que claramente nos deixa uma curiosidade sobre como os nossos dados serão usados no futuro.

Tópico
#
8

Youtube - comunidades e conteúdo

Muito mais do que um local para publicar vídeos e con- sumir conteúdo, o Youtube passou a ser o coração de culturas populares.

A nova geração de conteúdo já sabe que para se manter na rede é importante criar e estabelecer comunidades.

O Youtube já tem alguns cases de pessoas que começaram a criar conteúdo, mas com foco em algo que elas almejavam ser. E isso não funciona, o canal não vai pra frente. O público já sabe e percebe quando o conteúdo é criado com autenticidade e feito com verdade.

É isso que gera a identificação das pessoas em cima do seu conteúdo e esse é o poder de criação de comunidades. Identificação e verdade.

IDENTIFICAÇÃO, É ISSO! Um dos pontos fortes na criação de comunidades e nichos, o que aconteceu lá na Refinery29, lembra? Quando mulheres passaram a se identificar com o conteúdo produzido por e para mulheres reais. O uso da identificação entre marcas x criadores de conteúdo x consumidores é o que vai transformar esse grande grupo em uma possível comunidade.

Tópico
#
9

O MERCADO

Estamos lidando com pessoas que a cada dia entendem como funciona a mídia, como usamos as ferramentas e como impactamos o seu espaço. Elas estão mais exigentes e a indústria precisa se adequar.

Uma visão importante sobre o futuro é entender como as empresas estão se adequando de acordo com as mudanças que estão acontecendo a cada geração.

E é por isso que as empresas precisam mudar a sua maneira de encarar as transformações do mundo. O público já entende que o que acontece ao nosso redor também é responsabilidade das empresas. Uma indústria que possui propósito com a sociedade, coloca verdade na sua entrega e na sua comunicação. Como ouvimos o Sir Martin Sorrel, que trabalhou por anos no WhatsApp, ele comenta sobre como as empresas precisam mudar a forma de pensar. Não podemos mais seguir aquele velho estilo Mad Man, da grande ideia. Precisamos unir os esforços de mídia, dados, design, para que todas as frentes da empresa sejam de fato criativas. Os dados que temos acesso, nos informam e a nossa criatividade tem a capacidade de tornar isso mais efetivo, com insights que vão impactar as pessoas de fato. Esse é o caminho para conquistarmos a nossa “big idea”.

Patrocinadores DA COBERTURA DO SHARE
clube share
Sob Medida
o que é?
para quem é?
do que se
alimenta?

Clube
Share

o que é
para quem é?
do que se
alimenta?
É hora de mudar sua relação com a educação.

27% das pessoas abandonam os seus objetivos depois de uma semana.

No Clube Share você se desenvolve por meio de uma metodologia exclusiva construída em 10 anos de mercado.

Educar nunca foi tão descomplicado,
e aprender nunca foi tão envolvente.

Pense nas maiores empresas do mercado...

Os profissionais que trabalham nelas são os nossos professores! Seja para começar uma nova carreira ou refinar suas habilidades atuais, o Clube Share te ajuda.

(EVENTOS
PRESENCIAIS)
120
(CURSOS PARA EMPRESAS
E ENTIDADES)
70
(MEMBROS
CLUBE SHARE)
12k
(ALUNOS)
30K